quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Barbeiros

Para compensar que no último post eu fiquei listando coisas que são melhores no Canadá do que no Brasil, aqui vai uma coisa que o povo daqui definitivamente não sabe fazer: baliza.

Nos estacionamentos, as vagas são perpendiculares e até que vai. Mas paralelo à calçada não rola não. E não importa quanto espaço tenha.

Basta ver o exemplo abaixo. É a minha rua, na calçada que fica em frente à escola. O espaço é virtualmente infinito, pois a calçada mais o parque ocupam dois quarteirões inteiros e quase não há carros.

Há 4 carros na foto. Pelas posições dos carros, deduzo que o procedimento tenha sido assim: o que aparece em terceiro na fila chegou em primeiro, veio andando paralelo à calçada e parou. O último da fila chegou depois e fez o mesmo procedimento, parando lá atrás. Depois chegou o carro que aparece em segundo na fila. Quis parar mais à frente, então passou o primeiro carro e entrou de bico, deixando a roda torta, prensada contra a calçada (não, não é declive). Por fim chegou o carro vermelho, que foi bem para a frente (o espaço à frente dele é infinito), aí deu marcha ré e o melhor que conseguiu foi deixar o carro torto e a um metro da calçada.



É mais ou menos a mesma amostragem que vemos em qualquer lugar aqui. A galera não tem a menor noção de como estacionar um carro paralelo à calçada.

2 comentários:

Jules disse...

Eu não sei fazer baliza, mas também acho que o moço (moça?) do carro vermelho deu uma exagerada monstra, aí.

Bom, só para dizer que talvez eu me sentiria "at home" no Canadá, caso a questão fosse fazer baliza. ^^

Gus disse...

Jules,

a gente já viu coisas piores, como gente estacionada com uma roda em cima da calçada...