domingo, 28 de setembro de 2008

Comendo um japonês em Toronto (???!!!)

É o Gus:

Calma gente, to falando de sushi, é claro!

Bom, influenciado pelo post do Dani e da Carla Duc, resolvemos fazer também nossa propaganda - não recebemos nada por isso, acreditem ;) - de um restaurante japonês muito simpático lá no centro, chamado Toko Bistro & Bar. Ele fica perto da casa do Rafa e da Erika e foi muito recomendado por eles, que ao que parece comem lá toda semana. Bem, mas isso é só para os ricos e famosos. Nós nos contentamos em fazer uma visitinha rápida. Entrando nesse link é possível ver algumas críticas e fotos do restaurante e dos pratos.

E foi uma boa surpresa. O lugar é muito legal, não muito caro, e o sushi é saboroso. O serviço também é bem eficiente e amigável. Eu não sei se é assim em outros lugares - pelo jeito em Amsterdam também -, mas aqui em Toronto comer comida japonesa é difícil: ou custa os olhos da cara - e os rins, o fígado, e de quebra o pâncreas - ou é muito ruim. O problema maior é que em muitos lugares você encontra os dois problemas: a comida é ruim e cara.

É verdade que há opções de orientais mais baratos, principalmente os chineses e vietnamitas - restaurantes, bem entendido. Em Chinatown e cercanias há dezenas deles - restaurantes; os chineses são milhares ;P. Na maioria não dá para entrar, mas alguns são bons: comida saborosa, ridiculamente barata, com atendimento... vamos dizer, nota meio, para não sermos injustos. Mal comparando, é como aquela história dos botecos do Rio ou São Paulo: o melhor bolinho de bacalhau ou o melhor sanduíche de mortadela ficam nos buracos mais bizarros da cidade...

Mas o Toko consegue ser um bom meio termo, com excelente relação custo/benefício - ao menos por enquanto. Ah, e com um atrativo a mais: esteiras que passam pelo restaurante inteiro e trazem os pratos até sua mesa. Os sushimen fazem os pratos e colocam na esteira. Se você quiser alguma coisa, escolhe, pega o que tiver passando, e paga somente o que consumir. Tavez seja uma forma de "rodízio japonês", com a diferença que não é "tudo o que você comer por um preço fixo". Ah, bom, então não e rodízio. Tudo bem, a piada foi ruim mesmo.


Nenhum comentário: