domingo, 7 de setembro de 2008

Mini-Vacas em Toronto?

É o Gus:

o jornal Toronto Star traz uma matéria sobre uma raça de vacas chamada Dexter que está fazendo sucesso aqui no Canadá. Ela é pequena, parece do tamanho de um bezerro normal, dá muito leite, um pouco de carne, e sobrevive de comer qualquer tipo de mato. Para as fazendas canadenses, em geral pequenas - aqui, nem pensar no tamanho dos latifúndios que temos no Brasil - parece que ela é uma boa pedida, já que não requer muito trabalho, ocupa pouco espaço, sobrevive de capim - é, para os canadenses, acostumados a usar ração o tempo todo, ter uma vaca que come capim é inusitado -, dá muito leite em proporção ao peso e produz carne em quantidades moderadas, o que ajuda na comercialização e no consumo do produto.

A origem da raça é a Irlanda, então dá para entender um pouco o tamanho e a muquiranice das vaquinhas. Também dá para enteder o entusiasmo dos produtores.

O que não dá para entender é o senso de humor do jornalista canadense que sugere que seria divertido e saudável ter uma dessas em casa. Ah, claro, eles alertam que o código de posturas municipais da cidade de Toronto não permite a criação de vacas em áreas urbanas, ou que não dá para criar uma na varanda do seu apartamento.

Ainda bem. Por que eu já tava vendo nego desavisado comprando uma mini-vaca para tirar seu leite fresco todo dia de manhã e, de bônus, não precisar cortar a grama.

Aliás, esse post é para o Daniel, nosso amigo, que sonhava em ter um mini-hipopótamo ou mini-elefante: já que os outros estão extintos, serve uma mini-vaca?

2 comentários:

Sueli disse...

Olá, tem alguem aí ?

O Blog continua ativo ?

Vejo que a data desta postagem está meio antiga...

Bom, eu queria fazer contato.

Pretento compartilhar experiencias parecidas com a de vcs em breve...

Se tiverem na escuta, digo, na leitura, mandem um sinal de fumaça ou um email sueli.almeida.me@gmail.com Obrigada.

P.S. Prometo não perguntar sobre a adaptação ao Frio. :)

Carol disse...

Sueli,

Você entrou em um tópico aleatório, mas clique no título do blog que você verá os mais recentes. Continuamos ativos, sim!

Boa sorte na mudança para cá e na "adaptação ao frio"!
:-)

Carol.