quinta-feira, 27 de setembro de 2007

TA (quê?)

Aqui é oGus;

Eu tinha mencionado que eu ia ser TA ou algo que o valha, alguns posts atrás. Mas eu não expliquei o que exatamente significa TA. Então vamos lá.

TA significa Teaching Assistanship (a função) ou Teaching Assistant (o mala que performa a funçao, por exemplo, eu). Além disso, o pessoal rapidamente transformou o substantivo em verbo: TAing. Em português, ao cumprir sua função de TA, o TA TAia. [não foi engraçado, mas aplausos]

Então, no que consiste isso?

Pelo que entendi, o professor de todo curso que tenha mais de X (muitos) alunos pode pedir um TA para dar uma força. No meu caso específico, vou trabalhar em uma matéria introdutória de RI (pois é, Introdução às RI) que é aberta a alunos de todos os departamentos. Há alunos que estão fazendo a matéria só para cumprir créditos, pois são obrigados a pegar matérias de departamentos diferentes, e a há alunos que estão fazendo uma formação genérica (tipo Humanities) para depois se especializarem em alguma coisa. E há aqueles que acham o maior barato porque acreditam que vão poder xingar o Bush.

Bom, basicamente, pelos meus cálculos, aqueles que estão fazendo a matéria porque realmente têm um interesse específico e se interessam por teoria de RI (o foco do curso) são a minoria. Isso não seria um problema tão grave se a turma não tivesse 500 alunos...

A foto aí ao lado é do anfiteatro onde a professora dá as palestras. Como são 500 alunos, não dá para fazer uma aula do estilo normal; a professora faz então uma palestra (bem básica mas muito boa, por sinal) e os TAs ficam com a responsabilidade de se encontrar com grupos menores de alunos e mastigar os textos.

Devido ao tamanho da turma, somos uns 7 TAs. Cada um fica responsável em média por 3 grupos de alunos, e temos que nos reunir 1 vez por semana com cada grupo (eles chamam esses encontros de Tutorials).

Taí o drama...

Nenhum comentário: