domingo, 13 de abril de 2008

Vida de gato

Domingo preguiçoso por aqui... Só consigo invejar os gatos.

A Mafalda dá alguns conselhos para quem não sabe direito como fazer para relaxar.

1. Posicione-se naquele pedacinho de sol que entra enviesado pela janela. Encolha-se bem para juntar calor.


2. Vire-se para esquentar a barriguinha.


3. Espreguice-se o máximo que você conseguir.


4. Se algum invejoso olhar para você, faça uma cara de total prazer.


Como ninguém é de ferro, entre uma manhã e uma longa tarde de sono, nada como uma sestazinha no sofá, de preferência ao lado de alguém quentinho.


Depois da sesta, aí sim dá para se ajeitar e dormir mais umas 7 horas.


Se a casa estiver muito agitada, procure um cantinho escuro onde ninguém (ou quase ninguém) te ache. As bolsas de roupa suja no armário do banheiro são sempre uma ótima opção.


Outra estratégia é tentar se camuflar (só que sempre aparece alguém para te acordar!)

3 comentários:

O Leitor disse...

Gabriel quer saber por que o Gandalf se chama Gandalf. Ele anda numa fase LOTR, ganhou um jogo para o computador, viciou, assistiu os 3 filmes no fim de semana. Mais um que cai na mania...

Fotos deliciosas. Bjs e abs!

Carol disse...

A história do Gandalf é assim:

Eu já tinha tido gato e queria ter gato de novo, quando me casei. O Gustavo quase não tinha tido contato com gatos e estava meio assim. E, como você sabe, o Gustavo é superfã do LOTR e na época estava bem no alvoroço todo do lançamento dos filmes, só se falava em LOTR. Eu fui insistindo até que ele falou: "Tá bom, mas tem que ter o nome de um personagem do Senhor dos Anéis. Tem que ser de uma cor que combine com algum personagem." De preferência Gandalf (the Gray, the White), Saruman (the White), Radagast (the Brown) ou Sauron (preto).

Aí um dia meu irmão me ligou dizendo que um amigo dele tinha uma ninhada e tinha um gatinho sobrando. O Gustavo: "Qual é a cor?" "É branco, um pouquinho bege nas orelhas e na ponta do rabo." Então foi aprovado, faltando decidir se seria Gandalf ou Saruman.

Quando ele veio, decidimos que seria Gandalf the White e que os begezinhos eram a poeira da estrada que ele pegou em tantas andanças.

Só que, com os anos, ele foi ficando cada vez mais bege e agora é todo champanhe com as pontas bem escurinhas. Mas aí já era Gandalf, e o Gandalf adorou o nome dele e respondia ao nome após poucos dias.

Não preciso dizer a dificuldade que é as pessoas entenderem (em veterinário, pet shop) o nome dele. Depois dos filmes, melhorou um pouco. Ainda bem que não foi Radagast ou Saruman...

Quando escolhemos a Mafalda, o Gustavo já era fã de gatos e eu consegui convencê-lo a escolher um nome mais "normal" (mas pergunta se aqui no Canadá as pessoas entendem Mafalda??).

Nosso sonho de consumo ainda é um gato preto chamado Nietsche. (acho que falta um z aí no meio em algum lugar).

carladuc disse...

Nossa, quanta fofolência concentrada dos seus cats. :)

As fotos estão ótimas!