domingo, 19 de janeiro de 2014

Aquecendo os motores para a cidadania

No próximo dia 27 de janeiro, cumprimos o requisito mais importante para pedirmos a cidadania canadense: ter residido fisicamente no país nos últimos 1.095 dias (3 anos) dentro dos últimos 1.460 dias (4 anos), sendo que devem ser no mínimo dois anos como residentes permanentes e cada dia passado aqui com visto temporário no tempo restante conta como meio dia.

Parece complicado, né?

Mas o site oficial de imigração e cidadania dá uma mão: além da lista de requisitos e documentos necessários, os formulários a serem preenchidos e tudo mais, há um sisteminha online no qual você informa a data de chegada ao país, a data em que você se tornou residente permanente, lista todas as saídas do país (dias, locais e razões), clica em "Calculate" e ele gera um relatório que já está pronto para ser anexado ao pedido.

Foi assim que eu soube que, nos últimos 4 anos, eu passei 177 dias fora do Canadá (quase meio ano!) Já somos permanentes há quase 3 anos.

O processo é bem mais simples que o de imigração. Tem que juntar a papelada, sem aquela loucura de certidões negativas em todos os países em que você morou e tudo mais, mais provas de que somos proficientes em inglês (essa nós não entendemos, pois já provamos isso no processo de imigração), pagar a taxa (bem mais barata que a de imigração) e esperar.

O processo todo dura dois anos, pode incluir pedidos adicionais de documentação, e mais ao final temos que fazer uma prova de conhecimentos gerais sobre o Canadá (história e geografia básica). Ao fim de tudo, tem uma cerimônia em que você canta o hino (molezinha, tem uns 10 versos e dura dois minutos) e jurar lealdade à rainha do Reino Unido, porque né, uma vez colônia, sempre colônia, e vai que a rainha quer nos dar uma medalha e transformar o Gus em cavaleiro, aí ela vai poder fazer isso.

Como em todos os outros procedimentos burocráticos que já fizemos, é tudo via site, bem explicadinho para crianças de 4 anos de idade, não precisa de despachante, advogado, nada disso.

Então, se tudo correr bem, esperamos no começo de 2016 virarmos cidadãos de primeira classe. Ou esquimós, um dos dois.

3 comentários:

Melissinha disse...

Quero vídeo da cantoria do hino e do juramento à rainha.

Patrique disse...

Boa sorte a vocês! Que tudo corra bem e vocês virem cidadãos do hemisfério Norte!!!

Carolina Alfaro de Carvalho disse...

Mel, pode deixar! :)

Valeu, Patrique!