segunda-feira, 5 de julho de 2010

O G-20 em Toronto

É o Gus, ainda no Rio:

tive a sorte de fugir das confusões do G-20 (e dos protestos violentos) aqui na minha (pré) temporada no Rio. Tá, é verdade que moramos longe do centro, onde a pancada comeu solta, mas a cidade ficou toda engarrafada e confusa. Os torontonianos não gostaram nada da confusão.

Aliás, o mais escandaloso foi o custo da brincadeira: mais de 1 bilhão de dólares canadenses. Essa quantia soa ainda mais incrível perto dos custos de outras conferências em outros paises. Aparentemente, a conferência mais cara até agora foi uma do G8 no Japão: algo em torno de 30 milhões de dólares.

No quê esse dinheiro foi gasto? Fora alguns itens decorativos de gosto duvidoso (como por exemplo um centro de imprensa com direito a laguinho artificial e castores de mentira), aparentemente mais de 900 milhões foram gastos em "segurança". E essa segurança toda, se funcionou para os chefes de estado reunidos na cidade, para o cidadão comum foi um fiasco, diante do quebra-quebra promovido nas principais ruas da cidade.

Será que os políticos canadenses estão aprendendo com os brasileiros?

Carol complementando:

O grau de violência nas ruas de Toronto foi inacreditável. Sim, havia grupos de manifestantes violentos que saíram quebrando vitrines de lojas e tal, mas o que mais havia eram protestos pacíficos que foram recebidos a cacetadas, balas de borracha e gás lacrimogênio. O BlogTO reuniu diversos vídeos. Há violência dos dois lados, mas os vídeos que mostram as investidas dos policiais, a pé, cavalo e bicicleta, contra gente que estava cantando o hino ou mesmo sentada em um parque, são absurdos. Vendo isso, dá até para entender a raiva com que a turba comemorou umas viaturas policiais incendiadas. Dias depois, foram saíndo as notícais das centenas de pessoas presas, várias das quais eram cidadãos indo para o trabalho que ficaram 3 dias incomunicados, enfiados em prisões improvisadas.

Morri de raiva desse G20, que não trouxe absolutamente nada de bom e útil para os moradores da cidade e espalhou insegurança durante uma semana. Deplorável.

Nenhum comentário: