quinta-feira, 22 de julho de 2010

Islândia, hoje?

Depois que a Islândia foi à falência e quando o tal vulcão estava há umas duas semanas dificultando o tráfego entre a Europa e o resto do mundo, flagramos esta propaganda no metrô:

Clique para ampliar e observar os detalhes com atenção.

O objetivo é deixar o público canadense tentado a tirar férias na Islândia (de Toronto à Islândia em 5 horas, com pacotes a partir de 500 e poucos dólares). O que já, por si só, não faria sentido algum, mas a propaganda faz menos ainda.

O povo daqui odeia o frio, é claro, é a ideia de férias sempre envolve os chamados "sun destinations" -- destinos ensolarados. Então, lógico, nada de mencionar que a Islândia é basicamente um iceberg.

Sol, céu azul, água de um azul vulcânico curioso. Beleza.

Tem uma fumacinha lá no fundo. Sei lá o que é aquilo. Talvez para deixar claro que a água é quentinha, porque o vulcão em erupção aquece a água? Bacana. Bem ecológico, nada de gastar energia elétrica. Viva a lava vulcânica recém-saída do forno.

Mas gente, o que é esse garoto-propaganda? Um senhor de terceira idade, careca, com uma gleba branca no rosto. Que diabos?

Quando eu comecei a gargalhar no metrô, dizendo "Hmm, eu quero me enfiar nesse lago esquisito com um velho que não sei se está pelado, careca e com uma gosma branca no rosto!", o Gustavo disse que eu era preconceituosa, que provavelmente eu reclamaria se fosse uma loira gostosa peituda. Tá bom, então eu sou preconceituosa.

Mas quem é que viu isso e ficou suuuuuper a fim de gastar uma grana para se enfiar nessa aguinha vulcânica com o velho, hein?

E alguém por favor me responda: que diabos é a gosma branca?

Um comentário:

Gus disse...

A gosma deve ser lama vulcânica medicinal balsâmica poderosa!

Ou Tonoclen, hehe.