sexta-feira, 23 de maio de 2014

A nova entrada da nossa casa

A Jane, a dona da casa onde moramos, decidiu refazer parte do caminhozinho de cimento que conduz às portas da casa. Vá saber por que razão, já que não parecia ter nada de errado, mas o processo envolveu dois dias de britadeira para quebrar o cimento antigo, o que foi muito divertido para nós, naturalmente.

Depois veio uma betoneira e os operários colocaram o cimento novo. Isso foi na parte da tarde, terminando o *deslumbrante* acabamento ao fim do dia.

Aí ficou de noite e todos foram dormir.

Menos os guaxinins, que são animais noturnos. Na manhã seguinte, o novo caminho de cimento, de um extremo a outro, apresentava as pegadas de um guaxinim que decidiu testar a firmeza do cimento e deixar sua marca para a posteridade.


Alguns dias depois, a Jane decidiu pintar de um branco-acinzentado duvidoso algumas partes em volta da casa. E achou que seria uma boa ideia tentar ~camuflar~ as pegadinhas. Com tinta clara. Sobre cimento.

Pessoalmente, acho que merecia ir para o MoMA, pelo menos.

Enquanto isso, ficou mais fácil dar indicações para uma pessoa achar a nossa casa: "Siga o caminho das pegadinhas brancas!"


Um comentário:

Melissinha disse...

Muito melhor teria sido dar uma espátula para os guaxinins assinarem o nome.