sábado, 1 de janeiro de 2011

Feliz ano novo com receitas novas

E começa mais um ano na nossa vida de canadenses. Meio esquisito, com 9 graus positivos e muita chuva, quando deveria estar uns 20 graus a menos e branquinho. Mas começou bem, entre os amigos mais queridos e com muitos projetos bons.

Vou aproveitar para mencionar três receitas que nunca tínhamos feito antes.

Uma é carneiro. Nunca tínhamos cozinhado carneiro. Compramos um corte de costelinhas (não sei muito bem qual é o ângulo do corte, aqui os cortes de carne são meio picassianos) e inventamos uma receita inspirada no Jamie Oliver:

Primeiro deixamos as costelinhas marinando durante uma hora com sálvia, orégano, hortelã e alecrim, batata, cebola, pimentão e cogumelo, com sal, pimenta, molho inglês e azeite.

Depois douramos as costelas, as pusemos por cima das ervas e legumes, embrulhamos bem em alumínio e levamos ao forno.

O aroma que saía do forno era incrível. Quanto retiramos, os ossos estavam literalmente se soltando da carne. Realmente muito fácil e delicioso!

Fizemos também duas receitas do livro do Dan, meu amigo americano que nos visitou em outubro.

O livro é Live Longer & Healthier Eating Foods You Love - On a Southern Italian Mediterranean Diet, de Daniel DiTuro. São 360 páginas, metade delas sobre nutrição e estilo de vida e a outra metade com umas 150 receitas. Fizemos duas até agora e estão aprovadíssimas!

Uma foi a moussaka, receita da Grécia e arredores que já tínhamos provado em um restaurante grego. Lembra um pouco a berinjela à parmegiana, com camadas de um ragú de carne moída, berinjela assada e molho bechamel. Ficou uma delícia!

A outra é o tiramissu, que eu fiz para o Natal. O Dan me autorizou a publicar o passo a passo da receita e até me mandou as fotos originais, a cores, do livro dele, mas acho que vou manter as que eu tirei.

A primeira parte do creme são 5 gemas batidas com 1/4 de xícara (100g) de açúcar. Eu bati à mão. Quando começar a ficar cremoso, ponha em banho-maria e adicione 1/4 de xícara (60ml) de vinho Marsala ou Amaretto. Esta foi minha única mudança, pois eu não quis comprar essas bebidas porque não usaria em mais nada. Então usei Porto e espero não ter cometido uma atrocidade com os antepassados italianos de ninguém. Continue batendo essa gemada em banho-maria 1 minuto e adicione mais 1/4 de xícara (60ml) do vinho ou licor. Fique misturando em banho-maria mais alguns minutos, até engrossar. Retire do fogo e deixe resfriar (eu deixei um tempo na geladeira).

A segunda parte do creme é fazer um chantilli com 1 xícara (250ml) de creme de leite (eu só uso creme fresco) com duas colheres de sopa de açúcar. O ponto é aquele chantilli macio, não duro demais. Depois adicione 450g de queijo mascarpone e bata até integrar.

Quando o creme de gemas estiver bem frio, misture ao chantilli com mascarpone. Vai virar aquele creme amarelinho bem característico do tiramissu.

Por fim, misture uma colher de chá de extrato de baunilha e duas colheres de chá de açúcar a meia xícara (120ml) de café. A receita também pede 1/4 de xícara de brandy ou conhaque, mas eu não tinha e achei que com o Porto o sabor já tinha ficado bastante fortinho, então não usei álcool aqui. Ponha o café em um prato e molhe rapidamente, dos dois lados, biscoistos tipo champanhe (uns 300g de biscoitos).

Então é só montar: uma camada de biscoitos umedecidos com o café, 1/3 do creme sobre eles, e então uma camadinha de cacau em pó (usei cacau puro) ou chocolate meio-amargo ralado; mais uma camada de biscoitos, 1/3 do creme e o chocolate, e finalmente a terceira camada.

Eu segui a recomendação do Dan de preparar com dois dias de antecedência. Os biscoitos vão absorvendo a umidade e ficam muito macios, desmanchando na boca. Não é obrigatório preparar com tanta antecedência, mas é bom deixar algumas horas na geladeira.

Mesmo depois de tudo o que tínhamos comido, o tiramissu foi consumido em questão de minutos. Realmente gostoso e recomendadíssimo!

Para facilitar, a lista de ingredientes é:
  • 5 gemas
  • 1/4 de xícara (100g) de açúcar
  • 1/2 xícara (120ml) de Marsala ou Amaretto
  • 1/2 xícara (120ml) de café
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 1/4 de xícara (60ml) de brandy ou conhaque
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 xícara (120ml) de creme de leite para chantilli
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 450g de queijo mascarpone*
  • 300g de biscoitos tipo champanhe
  • 28g de cacau em pó ou chocolate meio-amargo ralado
* Segundo o livro, na falta de mascarpone pode-se misturar duas caixinhas de cream cheese com 1/2 xícara de creme de leite e duas colheres de sopa de açúcar de confeiteiro

Nenhum comentário: