terça-feira, 23 de outubro de 2007

Pumpkins galore

Abóboras de montão.

Junta outono, Ação de Graças, celebrações das colheitas e Halloween e pronto, é abóbora que não acaba mais.

A fotinho ao lado capta cerca de um quarto das abóboras que estavam estocadas do lado de fora do supermercado.

As pessoas põem abóboras de diversos tamanhos, folhas secas, espantalhos e espigas de milhos desses coloridos para enfeitar as entradas das casas e os jardins. Ou simplesmente um amontoado de abóboras. O que não falta por todo canto é abóbora.

Eu comprei uma. Queria fazer uma daquelas abóboras de Halloween, com cara e uma vela dentro. Mas também queria comer a abóbora. Fui tentar fazer as duas coisas juntas: esculpir abóbora, mas tirando dela toda a parte comestível. É claro que não deu certo. Acabei picotando a cabeça de abóbora e usando a primeira metade para fazer abóbora refogada com cebola, sal, pimenta e salsinha.

A tal da abóbora de Halloween não tem gosto de nada. É amarela clarinha e ficou com gosto de cebola, sal, pimenta e salsinha interligados por uma coisa amarela sem gosto.

Então, cozinhei a segunda metade com água, açúcar, um pouco de açúcar mascavo, coco, cravo e canela. Mmmm! Agora sim. Deu nessa belezinha aqui ao lado.

Nenhum comentário: