terça-feira, 23 de outubro de 2007

Olhando pela janela


(Carol de novo)

Este ano dizem que não está fazendo tanto frio como o que seria normal para esta época do ano. Mas tinham nos dito que no outono chove muito, e que o outono e o inverno aqui são bem cinza, encobertos, com pouco sol.

Em outubro, acho que choveu metade do tempo. Em geral uma garoinha fina daquela que deixa a gente frio por dentro. Tirei a foto acima (clique para ampliar) olhando pela nossa janela da sala, num dia típico desses. Era a hora do recreio matinal na escola que fica bem na nossa frente.

A criançada vive brincando, na escola, no parque e na rua, faça chuva ou faça sol. Os maples estão absurdamente vermelhos, com as folhas caindo. Há bandos enormes de gaivotas, e nesse dia havia uma revoada sobre as crianças. Contra o céu branco não dá para ver, mas há duas contra a parede da escola, entre o poste e o maple no meio da foto. Tem ainda o detalhe do esquilo preto que vinha andando pela calçada. Os esquilos continuam em frenesi estocando nozes para o inverno.

Quem não desgruda desta janela é a Mafalda. De manhã ela corre para ver as crianças entrando na escola. Passa boa parte da manhã lá. À tarde ela dorme quase sempre nessa janela, e adorou quando colocamos a nova caminha perua de oncinha bem no ponto onde ela gosta de dormir. Então agora ela dorme nessa cama fofésima e de vez em quando levanta a cabeça, olha um pouco pela janela e volta a dormir. Além de perua, enxerida.

2 comentários:

Miss Daisy disse...

Pois é... essa gatinha é muito esperta! Fica no bem-bom, quentinha, mas não perde nada do que acontece no mundo!!!
E o gato grande? Que foi dele?

Carol disse...

O gatão é mais rotineiro, inventa menos moda. Qualquer hora eu escrevo algo sobre ele.