sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Lendo "Guerra e Paz"

É o Gus:

500 personagens, 1.100 páginas e 2 meses depois, ainda faltam 200 páginas e mais um monte de personagens para eu reencontrar a paz que eu perdi quando inventei de ler esse livro...

Não me entendam mal, o livro é legal - e tem lá suas vantagens: serve como arma, dá para tirar onda de intelectual, prender portas, e tudo o mais que sua imaginação mandar. Mas uma "História do Mundo" seria menos abrangente do que a que o Tolstoy resolver contar.

XXXXXXX

Atualização: 1320 páginas depois, unilateralmente decretei um armistício! O Tolstoy venceu. Chega. O romance em si acabou, mas ainda tinha umas 30 páginas de discussões sobre filosofia da história que eu vou deixar para ler, literalmente, quando a História chegar a um fim. Se eu sobreviver até lá. Bom, pensando bem, quando a História chegar a um fim, ler o livro vai ser totalmente irrelevante.

Nenhum comentário: