sexta-feira, 16 de maio de 2008

Honest Ed's


É o Gus:

O Honest Ed foi uma daquelas figuraças pitorescas de Toronto, quase uma instituição da cidade. Ele era um imigrante que veio para a cidade ainda jovem, e fez fortuna com sua loja de mercadorias baratas, teatros, restaurantes, etc.

Mal comparando, ele é uma mistura de Silvio Santos com Chico Recarey.

Ele morreu na época que mudamos para cá, e o fato rendeu várias matérias nos jornais. O interessante é que a loja é... bem... um lixo, digno dos piores muquifos do Saara, no Centro do Rio, mas muitos canadenses e imigrantes compram coisas lá porque tudo é, digamos, muito barato e de procedência absolutamente duvidosa.

O interior é, sem brincadeira, todo do jeito que está na foto. Não importa a seção (e eles vendem de tudo, até a mãe, se precisar), o arranjo é caótico. Seções de nota são: roupas, artigos religiosos, e "antiguidades". Ah, claro, e eles tem um dentista, um cabeleireiro e, para completar, um "advogado" especializado em imigração, tudo no pacote. A surpresa ficou por conta da seção de alimentos, onde em meio ao mar de coisas estranhas e marcas desconhecidas é possível encontrar produtos de marcas conhecidas por preços ridículos. Isso, isto é, se você não se perder nos inúmeros corredores, escadas, meios pisos, porões, etc, que você precisa atravessar para conseguir chegar lá...

Ah, sim: o cara da foto é o Jamie - ao que parece, assíduo freqüentador do lugar.

2 comentários:

Carol disse...

Esses buracos assim (onde se bobear você acha uma granada nazista ainda não detonada ou um aspirador de pó dos anos 50 que ficou encalhado) são a cara do Jamie!

O Honest Ed's está numa lista de atrações não muito usuais de Toronto que eu postei um tempo atrás. Seria mais ou menos como fazer turismo na Saara (RJ). Pitoresco, digamos.

Gus disse...

Claro, só podia ser o Jamie. O Ross ficou fazendo cara de "isso é muito bizarro". O Joe, também do estilo "sou estudante e não tenho dinheiro", aproveitou para comprar algumas coisas. Mas eu suspeito que o Jamie é o único deles que realmente curte entrar naquela loja para "fuçar" a bagulhada à venda.