sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Spamalot!

Em homenagem a todos os nossos amigos fãs de Monty Python:


Sim! Isso existe! Eu vi com estes zôio que a terra há de cumê!

O mais incrível é não terem mudado o nome desse troço depois que o Monty Python sacaneou o Spam durante uns 20 anos.

Bom, na verdade o incrível mesmo é a aparência desse troço! Uma gororoba prensada, semi-apresuntada, com algum aroma que lembra a carne de algum animal. Ah, e eu tirei a foto do Spam autêntico, mas tinha outros 3 ou 4 similares, inclusive outro chamado acho que Kan.

Desde que fui ao supermercado, há umas duas horas, tenho duas músicas do Monty Python sobre Spam se repetindo na minha cabeça, principalmente a que os cavaleiros da távola redonda cantam no Cálice Sagrado:
We're Knights of the Round Table
We dance whene'er we're able.
We do routines and chorus scenes
With footwork impeccable.
We dine well here in Camelot.
We eat ham and jam and Spam a lot.
We're Knights of the Round Table.
Our shows are formidable,
But many times we're given rhymes
That are quite unsingable.
We're opera mad in Camelot.
We sing from the diaphragm a lot.
In war we're tough and able,
Quite indefatigable.
Between our quests we sequin vests and impersonate Clark Gable.
It's a busy life in Camelot.
I have to push the pram a lot.



(E, nesse momento, o celular com câmera fotográfica justificou sua existência no planeta.)

Nenhum comentário: