terça-feira, 20 de dezembro de 2011

O legítimo Stardust Coffee

Quem precisa de Starbucks quando se tem...

... uma cafeteira french press (ou uma italiana lindinha que a Erika e o Rafa deram para a gente, mas aqui usamos o nosso método tradicional)
... um milk frother a pilha
... um moedor de grãos de café
... maple syrup
... e...
... uma caneca do David Bowie!

Aqui vai a receita do legítimo Stardust Coffee, que nos dá energia para trabalhar a tarde toda:

Coloque um dedinho de leite na sua caneca do David Bowie.


Pegue o milk frother a pilha, baratinho, que você acaba de comprar e que é uma das coisas mais maravilhosas que você já viu.


Bata o leite durante uns 15 segundos...


... até virar essa espuma firme, com umas 3 ou 4 vezes a altura do leite original.


Enquanto isso, moa os grãos de café e faça um espresso cremoso na french press. Sirva em uma caneca e cubra com metade da espuma de leite.


Faça o mesmo na outra caneca e decore com uma colher de chá de maple syrup.


Não é lindo?

A caneca do Bowie é minha, claro (presente da Erika -- claro). O Gus tem a força dos alces canadenses. Mas tem dias em que ele está muito cansado e fraco e ele me diz que precisa da força especial do Ziggy Stardust e que vai usar minha caneca. Aí eu uso minha segunda caneca poderosa, uma que a Gina me deu e que tem uns desenhos japoneses com uma menininha que diz que eu sou uma Cupcake Pixie (?!?!?!?)

Pronto, agora você conhece o segredo da nossa energia!

4 comentários:

Flavia disse...

:)

carladuc disse...

Oi Carol,

Que delícia! Fiquei morrendo de vontade de experimentar.

Eu não conheço a cafeteira French press. Como ela funciona? Quão prático é de preparar o café? E como é o sabor do café (intensidade/ estilo do café-coado/espresso)?

A gente tem tomado Nespresso por aqui. Eu ganhei a máquina de presente e comprei a caneca elétrica de espumar o leite. Temos feito muito Latte e Cappucino. Considerei na época comprar o espumador a pilhas que vocês tem, mas fiquei insegura se funcionaria bem.

Vou certamente experimentar o café com a espuma de leite e mapple syrup. Farei com o espresso da Nespresso. Mas fiquei curiosa pra saber como é o café na French press. Sabe como é, pra nós apreciadores (não viciados :P) de café, não há opções demais para se fazer café.

Beijo!

Carol disse...

Eu AMO a french press. É apenas uma garrafa onde você põe o pó de café e a água fervendo misturados, deixa alguns segundos e depois aperta um "pistão" onde tem uma redinha metálica fina. Ao apertar a mistura, o café sobe e o pó fica preso embaixo, e você serve diretamente dessa garrafa nas xícaras.

O sabor é bem parecido ao espresso porque não tem filtro de papel/pano, então o pó mais fininho do café passa pela redinha. O café fica com uma textura bem cremosa e faz aquela espuminha marrom.

Eu gosto de poder controlar a quantidade de pó do meu jeito (as Nespresso e similares acho que têm medidas padronizadas, não é?). Nós também gostamos de moer os grãos de café na hora, e o ideal é não moer fino demais para que não passe muito pó de café pela redinha. Quer dizer, o ideal é não comprar pó já moído para espresso, que em geral é superfino.

Para aromatizar, basta moer outras coisas no moedor (gotas de chocolate, pedacinhos de amêndoas, etc.) ou adicionar canela, cardamomo ou o que quisermos antes de coar o café.

E eu gosto muito muito mesmo da facilidade de limpeza. Eu sou muito preguiçosa para ficar lavando coisas. A french press tem só duas peças (a garrafa, que é pequena e simples) e o pistão com a redinha. Basta uma enxaguadinha e está pronto para a próxima.

Esse é o mesmo motivo pelo qual eu gosto desse "frother": enxaguou, tá limpo, the end.

Eu não sou muito fã do espresso puro tradicional, por isso gosto de aromatizar ou fazer de jeitos diferentes.

Beijão.

Gus disse...

Oi Carla,

quanto ao sabor, tudo depende da quantidade de pó de café em proporção à água, que você pode ajustar a seu gosto, e do tipo de grão que você comprar para moer. Em geral, compramos grãos não muito torrados (medium roast). A variedade é grande, e você pode escolher o tipo que melhor lhe agradar.